O Educador Bilíngue e seus desafios

teach.jpg.size.xxlarge.letterbox

Autora: Michele Canola Rojas 

Curta nossa página: https://www.facebook.com/bilingualeducationactivities


Quem poderia negar que educadores bilíngues enfrentam desafios, assim como qualquer educador? Neste artigo, falaremos do Professor de escola bilíngue.


Educação bilíngue e o professor

O educador bilíngue visa desenvolver a competência comunicativa dentro da sala de aula em outro idioma.  Ele traz recursos para despertar o interesse do aluno, à medida que as informações são passadas, o aluno perceberá o que está acontecendo ao seu redor e passará elaborar uma compreensão do que o professor está falando, logo aquilo que está dentro desse aluno passa ser “interferido” com aquilo que está sendo proposto.

Sabemos que aprendizado acontece com aluno durante as aulas e o professor atua na estimulação para que isso aconteça, também para despertar o interesse e desenvolver no aluno a motivação. Por isso, a importância de que tudo que é passado para o aluno dentro de uma escola bilíngue seja contextualizado e o que ele já tem de conhecimento é importante.

Inferimos que professor precisa estar atento a esse movimento que está acontecendo, porque essa é essência de todo processo de ensino, alguém tentando ensinar e alguém tentando aprender, sabemos muito bem que é o que acontece na própria sala de aula. O professor junto ao aluno, e como vimos, alunos na interação social com amigos. Há outras formas de uma criança aprender um novo idioma, porém neste texto expomos o ensino dentro das instituições bilíngues. Além de aprender esse novo idioma, o aluno desenvolve uma competência comunicativa, Bortoni-Ricardo apud Hymes (2004, p. 73) afirma sobre a competência comunicativa no ensino da língua materna que vai além e entendemos que da bilíngue também:

“Hymes então propôs um novo conceito – o de competência comunicativa, que é bastante amplo para incluir não só regras que presidem a formação de sentenças, mas também as normas sociais e culturais que definem a adequação da fala. Em outras palavras, a competência comunicativa de um falante lhe permite saber o que falar e como falar com quaisquer interlocutores em quaisquer circunstâncias. (Grifo do autor)”

Então, de que maneira o professor deveria atuar nessas escolas? O ensino e aprendizagem desse novo idioma estaria vinculado a um contexto criado dentro de sala de aula, essa é uma parte do trabalho do professor. Concomitantemente, à medida que o aluno vai interiorizando esse novo idioma ele também absorve outros tópicos, busca alternativas, exemplos e situações que preparam esse aluno para uma visão, não apenas daquela disciplina ou daquele conteúdo, mas de uma visão mais global.

Desta forma, o conteúdo colocado em sala de aula se torna tão importante quando estamos preparando um aluno de mente internacional, preparado para se comunicar com qualquer cidadão que fale outra língua. Entendemos então que a eficácia da aprendizagem acontece quando o aluno aplica aquilo que aprendeu. Então, o professor deverá usar de diferentes formas a língua inglesa (francês, espanhol, etc.) ou apresentar culturas que usam essas línguas como língua principal.

Somos professores, que nos esforçamos todos dias para que o melhor saia de nós. Trabalhamos firmes em propósitos que vão de encontro aos nossos alunos. Ensino Bilíngue, ou não temos o mesmo objetivo, de fazer nossos alunos aprenderem e serem cidadãos de bem.


 Referências:

BORTONI-RICARDO, Stella Maris. Educação em língua materna: a sociolinguística na sala de aula. 2ª Edição. São Paulo: Parábola Editorial, 2004

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s